Prefeitura de Guarulhos inicia recadastramento para 85 mil do Bolsa Família

A Prefeitura de Guarulhos inicia na próxima quarta-feira (28), no Ginásio Poliesportivo Thomeozão, no Bom Clima, as plenárias de recadastramento de 85 mil famílias no programa Bolsa Família. O processo será estendido até o dia 13 de julho e deve atender cerca de 1,5 mil pessoas por dia.  Somente serão atendidos os convocados pela Coordenadoria do Fundo Social de Solidariedade.
A ação atualizará o cadastro de 54 mil famílias que já são beneficiadas pelo Programa e de outras 31 mil que aguardam o recebimento do benefício. O objetivo é realizar a revisão solicitada pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) a cada dois anos para atualizar o banco de dados em caso de mudanças de endereço, renda e número de pessoas da família.
 
Para atualizar os dados o responsável pela família deve comparecer às plenárias com os seguintes documentos em mãos: registro geral (RG) de toda a família; cadastro de pessoa física (CPF) para os maiores de 16 anos; comprovante de escolaridade ou creche; certidão de nascimento para os menores de 16 anos; carteira profissional dos maiores de 16 anos; título de eleitor para os maiores de 16 anos; cartão de matrícula do posto de saúde de crianças; cartão de vacinação para crianças que tenham até seis anos de idade; holerite das pessoas que estão trabalhando e comprovante de endereço com CEP.
 
Nas plenárias também serão eleitos os integrantes dos conselhos Regional e de Controle Social do Programa Bolsa Família em Guarulhos. Beneficiários de nove regiões como o Centro, Cabuçu, Taboão, Cumbica, Jardim Presidente Dutra, Lavras, São João, Bonsucesso e Pimentas já indicaram seus conselheiros.
 
Mais informações pelo telefone 2475-9600.
 
Bolsa Família
 
Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Bolsa Família é o maior programa de distribuição de renda do país. Está presente em 12,4 milhões de domicílios pobres do país. Beneficia famílias em situação de pobreza (renda mensal por pessoa de R$ 70 a R$ 140) e extrema pobreza (renda mensal por pessoa de até R$ 70), de acordo com a Lei 10.836, de 9 de janeiro de 2004 e o Decreto 5.209, de 17 de setembro de 2004. A Caixa Econômica Federal é responsável pela distribuição dos cartões de pagamento do Programa Bolsa Família
 
Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) 27,3  milhões de brasileiros  ultrapassaram a linha de extrema pobreza entre 1990 e 2008. O índice de moradores do país nesta situação baixou de 25,6% para 4,8% neste período: uma redução de 81%. A população extremamente pobre  decresceu de 36,2 para 8,9 milhões de pessoas.
 
Com isso, o país supera o principal objetivo de desenvolvimento do milênio (ODM), estipulado por países membros da Organização das Nações Unidas (ONU), que é erradicar a fome no mundo e reduzir pela metade, até 2015, a extrema pobreza registrada em 1990.

Assessoria de Imprensa/PMG

Deixe sua mensagem


                   

Contato

    janetepieta@janetepieta.com.br
    Rua José Maurício, 266
    Centro - Guarulhos
    São Paulo - Brasil
    Tel: (11) 2440-8232

Comentários